BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, novembro 02, 2009

Exclusivo: As cinco maiores novelas das 6 ||| Audiência

1º lugar

||| Autora: Ivani Ribeiro
Audiência: 56 pontos.
História: Apesar de já ter ficado noiva várias vezes, Jô Penteado sempre acaba o noivado com seus pretendentes, o que lhe rende a alcunha curiosa de "Lucrécia Borgia". Rafael é seu oitavo noivo e todos esperam que, enfim, aconteça o casamento. Só que Jô, mais uma vez, percebendo que não ama o noivo, termina mais um noivado. Jô sofre por nunca ter se apaixonado verdadeiramente e não conhecer o amor. Até que ela se apaixona loucamente pelo professor Fábio, viúvo e pai de dois filhos. 



Os dois se conhecem ao irem juntos para uma excursão. A lancha que os transportava quebra e eles ficam numa ilha deserta por dois meses, sendo dados como mortos. O romance de Jô e Fábio é atrapalhado por Gláucia, a invejosa irmã de Jô, e por Paula, até então noiva de Fábio.


2º lugar

||| Autora: Ivani Ribeiro
Audiência: 55 pontos.
História: O jovem Marcos Assunção está de volta à cidade litorânea de Pontal D'Areia para auxiliar nos negócios da família Assunção . O rapaz conhece e se apaixona pela doce Ruth, filha de uma família de pobres pescadores, mas acaba envolvido por Raquel, a irmã gêmea de Ruth. As irmãs são idênticas, mas de personalidades opostas. Enquanto Ruth ama o jovem de verdade, Raquel ambiciona sua posição e fortuna, e mantém o seu relacionamento amoroso com Wanderley, um mau-caráter. Quem percebe tudo isso é o doente mental Tonho da Lua, o protegido de Ruth, famoso por esculpir mulheres nas areias da praia, e que sofre com a perseguição e com as maldades de Raquel.



Mas Raquel tem que enfrentar Virgílio Assunção, o pai de Marcos, que não aceita o namoro. Virgílo, um homem prepotente e inescrupuloso, é o vice-prefeito e dono do maior hotel da cidade. Seu sonho é fazer de Pontal D'Areia um centro turístico, mas tem que lidar com o prefeito da cidade, o ambientalista Breno, que proíbe banhos de mar devido à poluição perigosa. A população da cidade fica dividida, e Breno tem uma forte aliada, Tônia, uma comerciante local. Para desmoralizar Breno, Virgílio põe espantalhos nas praias, simbolizando o prefeito que assusta os turistas. Mas Virgílio também tem que enfrentar problemas dentro de sua casa. Malu, a filha rebelde, o culpa pela morte do noivo e vive a provocá-lo, até que a moça conhece o vaqueiro Alaor, que trabalha com sua prima Arlete Assunção. Alaor é um homem rude, e muda o seu alvo, tentando a todo custo domar as impetuosidades de Malu.
Enquanto isso, Ruth sofre calada com o casamento da irmã Raquel, mesmo sabendo que ela está com Marcos só por interesse. A história tem uma reviravolta quando Raquel é dada como morta e Ruth assume a sua identidade, para ficar ao lado do homem que ama. Mas Raquel não morreu, e volta querendo ter tudo que era seu de volta, nem que para isso tenha que matar algumas pessoas. 


3º lugar

||| Autor: Walther Negrão
Audiência: 51 pontos.
História: Chamas, fogo e a casa que queima em meio a gritos, correria e desespero. Imagens gravadas para sempre por uma menina. Mesmo hoje, 15 anos mais tarde, Cláudia ainda se assusta com as cenas presenciadas, que voltam sempre em repetidos pesadelos. Mesmo longe, Rio Novo ficou esquecida no passado - no conforto de IpanemaRio de Janeiro, a agora jovem Cláudia não perdoa seus algozes. O massacre de sua família, pai, mãe e irmãos, precisa ser vingado, para cumprir a promessa feita a si própria. Obstinada, prepara-se para voltar à pequena Rio Novo, empregada em uma das fazendas possível e provavelmente envolvidas no seu triste passado. No meio a tantas dúvidas, apenas uma certeza: quer descobrir os verdadeiros culpados e se vingar de cada um deles. Mas o grande mistério está em descobrir quem são esses culpados.





A pequena cidade de Rio Novo cresceu apenas o suficiente para manter o frigorífico, que pertence às fazendas Olho D'água e do Gaibú, de Altino Flores e Donato Orsini, respectivamente os poderosos da região. Tem uma população flutuante de jovens, filhos de fazendeiros, que estudam na Escola de Agronomia da cidade e moram na pensão de Lourdes e Robério. Mas são os jovens das duas famílias - Flores e Orsini - quem conduzem a história. De um lado, os irmãos Fernando e Heitor. Do outro, Marília, filha de Donato, que fica noiva de Heitor, selando a amizade entre seus pais. Distante dali, no Rio, moram Olívia, filha mais velha de Altino, seu marido Jorge Mendes, um mau-caráter, e os filhos Rafael e Ana Paula. Além de Cláudia e Marta, que a acolheu e criou depois do massacre dos seus pais, dando-lhe todo carinho e conforto possíveis.
Ao articular a destruição de todos que a fizeram sofrer, Cláudia se defronta com a amizade leal de Altino, que se vê preso a uma cadeira de rodas desde a noite da chacina, e o ódio de Joana, mulher de Altino. Tal ódio aumenta quando ela descobre quem é Cláudia e que ela vive com Marta, antigo amor de Altino, cujo romance no passado gerou Olívia, criada por ela. Mas os planos de Cláudia podem vir por terra quando ela se envolve com os filhos de Altino, Fernando e Heitor, e se sente arrebatada pelo amor de Fernando.


4º lugar

||| Autora: Ivani Ribeiro
Audiência: 48 pontos.
História: Na pequena Monte Santo, vive Nonô Correia, um homem neurastênico e irritadiço, muitas vezes misterioso, beirando o tragicômico. Ele é um completo pão-duro: tranca a geladeira com cadeados, desliga a luz algumas vezes por semana e despeja, até nos filhos, sua avareza compulsiva - é proibido repetir pratos nas refeições. Sua maior preocupação na vida é fazer economia. Nonô compartilha o dia-a-dia de constantes sacrifícios com os filhos, Tomás e Elisa, e com a fiel empregada Frosina, que há vinte anos suporta as suas mesquinharias. Mas o velho sovina está longe de ser pobre: tem diversos imóveis que aluga a inquilinos, e esconde em sua casa um tesouro que ninguém sabe onde está, nem mesmo os filhos. O único que partilha seu segredo é o amigo Anselmo, um homem que nutre um amor platônico por Elisa, filha do avarento.

O avesso de Nonô Correia é o Tio Romão, que chega à cidade sem revelar o seu passado. Fala docemente e distribui chazinhos de camomila e bem-me-quer como puro pretexto para conversar com os moradores e lhes dar um pouco de calor humano. Seus chazinhos ficarão conhecidos por toda a cidade, mas as pessoas se assustam com suas palavras certeiras. Alguns o consideram um santo, outros, um feiticeiro.
Tomás, filho de Nonô Correia, é um jovem brincalhão que está sempre procurando descobrir o tesouro do pai. Sua irmã, Elisa, é uma jovem tímida e insegura que se apaixona por Gustavo, que se aproxima da família atraído pela possibilidade de dar um golpe do baú. Ele aparece em Monte Santo para tentar a vida e vai morar num quarto na casa de Judite. Inquilina de Nonô, Judite fornece salgadinhos para a rotissérie de Tito e Santuza, um casal com a relação em crise por causa do ciúme doentio e da parca cultura desta.
A sobrinha de Nonô, Maria da Graça, é uma americanófila que só gosta de ser chamada de Grace. Dona de uma loja de artigos importados, Grace é viúva e feminista, preocupada com o casamento da sua filha, Rosemary, com João Paulo, filho do conservador e machista Bruno. Johnny, como é chamado pela noiva, se aborrece com os constantes desentendimentos entre o pai e a futura sogra. Os dois viúvos intransigentes têm gostos totalmente opostos, mas o mesmo temperamento difícil. Seus filhos se amam, mas têm que contornar os problemas causados pela difícil relação dos sogros.
Dr. Vinícius é um médico preocupado com o bem estar de seus pacientes e nem sempre cobra as consultas. Por isso é incompreendido pela mulher Helena, que está sempre reclamando do orçamento apertado. O casal tem três filhos: Mariana, moça simples, namorada de TomásIsabel, a menina invejosa que está de olho no namorado da irmã; e Renato, um rapaz de caráter duvidoso, estudante que mora com os tios ricos mas vai voltar para Monte Santo.
O prefeito da cidade é Barreto, demagogo que envolve as pessoas com seu ar generoso e bom, apenas com intenções de aumentar o seu eleitorado. Ao ficar viúvo, Barreto envolve-se com Sílvia, amiga de Grace, que sonha em ser a primeira-dama mas nem imagina que vai ter que enfrentar Camilinha, a caçula do prefeito, uma verdadeira peste que passa a atormentar a vida da futura madrasta.
O conflito maior que envolve esses personagens se dá quando Nonô Correia resolve cortejar a jovem Mariana, que se vê obrigada a aceitar a proposta de casamento em troca do perdão da dívida de seus pais. É quando Tomás passa a disputar com o pai o amor da moça. O rude avarento torna-se mais doce e sensível quando adota o órfão Zezinho, um menino alegre e encantador que amolece o coração do velho com o laço afetivo que nasce entre os dois.
Em meio a todas as histórias, Grace, Bruno, Nonô, Mariana e Tomás, vêem que realmente amor com amor se paga, com direito ao chá de camomila e bem-me-quer do Tio Romão.


5º lugar

||| Autora: Glória Perez
Audiência: 47 pontos.
História: O casal Ana e Zeca deseja muito ter um filho. Depois de várias tentativas frustradas de engravidar, Ana recebe do Dr. Álvaro Barone, um renomado médico, uma triste noticia: ela não pode ter filhos. Dr. Barone, então, diz ao casal que há uma maneira de realizar esse sonho: contratar uma barriga de aluguel. Em troca de 20 mil dólares, a jovem Clara aceita emprestar seu útero para a experiência. Só que, durante a gestação, Clara é tomada pelo sentimento da maternidade e, após um complicado parto que a deixa estéril, Clara se recusa a entregar a criança, fugindo com o bebê. Tem início, então, uma batalha na justiça pela guarda do menino. Ana afirma que é a mãe, argumentando, em seu favor, a herança genética, uma vez que o óvulo era seu e o espermatozóide era de seu marido, e que Clara apenas emprestou a barriga. Já Clara diz que ela é a mãe do bebê, pois ele foi gerado em sua barriga e foi ela quem deu à luz.



E a pergunta que causou discussões pelo Brasil inteiro, durante os nove meses de exibição da telenovela, foi qual das duas deve ficar com o bebê, Ana ou Clara?

3 comentários:

  1. NOssa, fiquei surpreso de ver Fera Radical nessa lista, essa novela era um saco. Das outras lembro bem, fizeram um sucessão mesmo.

    Agora, A Gata Comeu, nossa, eu amo. Vi 3 vezes. Mexeu muito com meu imaginário de criança e a Jô Penteado ainda é uma das minhas personagens favoritas até hoje.
    Spia só: http://ohumbertoexplica.blogspot.com/2007/08/j-penteado.html

    abs!

    ResponderExcluir
  2. Eu já havia lido o post, aproveitei e reli. Tu sabe que eu lembro de Fera Radical. Bem vagamente. E sobre A gata Comeu, caríssimo, tudo q leva a assinatura de Ivani ribeiro é bom. Só não vi Amor com amor... E Christiane Torloni é o máximo. Além de A GAta comeu ela brilhou em A Viagem, Cara & Coroa (Lembra?), América... Outra coisa, vc realmente tirou um tempinho e deu uma bela olhada no meu blog. Espero q tenha gostado. O começo foi meio bobinho, mas aos poucos fui pegando jeito (eu acho pelo menos). Fica cm Deus. Grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  3. Fique muito feliz de A gata comeu! está no topo da lista. Viva! Ivane ribeiro.

    ResponderExcluir