BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, janeiro 15, 2011

Minissérie da Globo foi bem

Malvino Salvador melhorou muito como ator na pele do pedreiro Antonio
Amor em quatro atos valeu. Malvino Salvador melhorou muito. Seu pedreiro tinha tudo para cair no estereótipo do ator, sempre durão, mas não, Malvino teve uma interpretação sensível. Foi terno. Marjorie Estiano é linda como pessoa e atriz. Carolina Ferraz e Dalton Vigh, estupidamente perfeitos. Chico Buarque é isso, melancolia pura. E as histórias não ficaram só nisso, senão tornariam-se chatas, foram sim, gostosas de se ver, de acompanhar. Camila Morgado é excelente e Alinne Moraes e Vladimir Brichta fecharam com chave de ouro agora a pouco. A minissérie teve um quê cinematográfico, meio arrastado, simplório, poético, foi uma grata surpresa. Chico deve ter ficado contente com o que viu. Foi uma linda homenagem da Globo ao cantor. Ainda sobre o elenco, destaque para Osmar Prado que deu vida ao misterioso Marcos. O episódio de qual mais gostei foi o de quarta-feira, "Meu único defeito foi não saber te amar", com uma sensualíssima Carolina Ferraz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário