BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, dezembro 26, 2011

Retrospectiva, o que de melhor (e pior) aconteceu no ano

Cássia Kiss foi uma das melhores atrizes da TV em 2011
2011 foi um ano muito bom para a tevê, tivemos boas novelas, interpretações minuciosas, uma Globo mais preocupada com o que leva ao ar, tivemos um baque no jornalismo - Jornal Nacional sem Fátima Bernardes, ainda não deu para se acostumar, mas mudanças são sempre necessárias - e sabemos que o 2012, que está logo ali, bem ali, está pertinho, promete grandes emoções.
 Em 2011 a Xuxa fez 25 anos de Globo e está voltando (aos poucos) ao primeiro lugar da audiência. Continua mal assessorada lá dentro do canal, mas ainda é a apresentadora número 1 da casa e, por ventura, do país. Ela e Silvio Santos são unânimes no quesito e ele (vamos falar dele) comanda o melhor show do Brasil, sempre muito natural, sempre muito espontâneo, sempre muito bem humorado, sai ano e entra ano e o Programa Silvio Santos segue encantando a quem procura por um domingo mais animado, sem aquela ânsia de enfiar goela abaixo o que há de pior no país. Jornalismo é bom, ver jornal é importantíssimo, saber o que está acontecendo no mundo é essencial, mas sensacionalismo é dureza, não dá ânimo, corta a emoção, mas cresce a audiência. O Fantástico se reciclou, também baixou o nível, mas se faz necessário afirmar que ao contrário de muitos outros programas que se intitulam jornalísticos, o show da vida investiu no que melhor sabe fazer: informar, denunciar, esclarecer fatos e entreter.
Ainda na linha dos apresentadores de televisão, Fernanda Lima foi o grande nome do ano. A moça foi bem aceita pelo público e fez de Amor & Sexo um programa muito prazeroso, com todos os trocadilhos possíveis ok? E tem a sempre engraçada Hebe, incrível como ela consegue roubar para si todas as cenas, aplausos, muitos aplausos!
As novelas tiveram bom êxito este ano. A Globo investiu pesado em novos autores, e o que está se vendo no ar são novelas com jeito de novela (daquele jeito mesmo), mas de outro prisma, de uma forma diferente. E foram A Vida da Gente (Lícia Manzo) e Cordel Encantado (Duca Rachid e Telma Guedes), ambas exibidas às 18 horas, as provas vivas que o 'novo' deu muito certo. Sucesso! É a Globo, sempre à frente de suas concorrentes no que se refere ao produto nacional mais aceito no mundo, ela voltou a cativar. Fina Estampa conseguiu a proeza de trazer de volta o popular às novelas. E se é do povo é óbvio que vai agradar. A novela está longe de ser a minha preferida, quase não a assisto, mas cá pra nós, não se fala em outra coisa no Brasil, todo mundo abraçou de coração o Pereirão (Lília Cabral) e assim sendo sente uma raiva tremenda da Rainha do Nilo (Christiane Torloni). E Crô (Marcelo Serrado) ao lado de Valéria e Janete (Rodrigo Santana e Thalita Carauta) foram as sensações do humor do ano. 
Quem tem talento de verdade teve reconhecimento: Glória Pires (Norma), Cássia Kiss (Dulce) e Ana Beatriz Nogueira (Eva) fizeram misérias. Os atores Gabriel Braga Nunes (Léo), Domingos Montagner (Herculano) e Humberto Martins (Neco) deram show de interpretação. A dobradinha Glória Pires & Gabriel Braga Nunes chegou quase na linha da perfeição, só não chegou por culpa dos autores Gilberto Braga e Ricardo Linhares que não aproveitaram os atores que tinham em cena. Mas valeu assim mesmo. Glória Pires foi pura emoção. As cenas dela com o eterno galã Tarcísio Meira estão entre as minhas favoritas do ano. Foi lindo vê-los atuando juntos. 
A grande surpresa do ano foi o retorno de Mulheres de Areia à telinha. O público acostumado com uma Globo pouco se fu. (ops!) com seu público fez bonito no horário vespertino. Chamou as gêmeas mais adoradas (foi um presente dos deuses mesmo!) para substituir o Léo (O Clone) e ganhou muitos pontos com seus telespectadores (mostrou respeito e preocupação, o povo sente isso e retribui com muito carinho). 
As crianças foram deixadas de lado em 2011 e pelo andar da carruagem vão ser esquecidas mais uma vez em 2012, a não ser que o novo projeto do Sítio vingue, mas isso é retrospectiva pro ano que vem né não? A TV nas manhãs está uma lástima, na Globo o ego do Boninho (o filho do Boni) afastou o povo, que unido partiu pra internet, a ideia do Bem Estar foi ótima, mas funcionaria bem mais se fosse um quadro da Ana Maria Braga, e esta funcionaria bem mais se falasse para a mulher. Ana não é Ratinho! Este sim domina muito bem o que o povo quer ouvir sobre as perversidades do mundo. Ratinho é povão! O Vídeo Show precisa voltar para o sábado, e sem Ana Furtado, sem André Marques e sem a Angélica. A mocinha é linda como apresentadora, mas o quadro que apresenta desgastou sua imagem. Chega a ser irritante ouvi-la todas as tardes. E se você acha que está tudo muito ruim, a lei de Murphy comprova que tudo pode piorar. A parir do dia 2 de janeiro estreia o Vídeo Game nas tardes da Globo. Com provas que lembram muito as Olimpíadas do Faustão ou a Conexão Xuxa, o programa tem a missão de salvar a Malhação (Deus do céu, dessa não quero nem falar). 
Luciano Huck conquistou status de rei na Globo, mas o Caldeirão nunca muda. Os mesmos quadros estão lá há anos, e fora que ninguém aguenta mais tanta casa reformada, tanto chororô! Ai meu Deus, liga a TV e é só isso. Desencana rapaz! O Gugu nunca teve jeito e o Portiolli (coitado!), este é obrigado a fazer! Mas o moço simpático de nariz avantajado tem brio pra muito mais. Né?
Na música, a mineirinha da Paula Fernandes veio com jeitinho (uai) e quando menos se esperava a mocinha estourou, e o furacão tomou conta das rádios, da TV, dos brasileiros. A voz dela é impressionante, linda de verdade! Assim como a Adele. Neste caso, o mundo parou para ouvi-la. Jóias raras. 
O post está terminando, e se é para terminar, tem que ser em grande estilo. Entre tapas e beijos, o novo programa da Globo trouxe novidade e muitos sorrisos nas noites de terça-feira, e a turma daquele um dia bem quisto Casseta & Planeta nem fez falta. E Andréa Beltrão é outra atriz que merece estar no pódio das melhores. Sueli é tão boa quanto a Marilda da Grande Família. Senão melhor! Se é que é possível!

Detalhe: este ano preferi comentar mais as coisas boas. Quem sabe isso traz sorte né não?
Bom ano novo para todo mundo.

3 comentários:

  1. É muito difícil resumir um ano num único post. Acho que já vou ter que ir catalogando desde janeiro pro ano que vem porque me escapou muita coisa do que acontece na minha retrospecitva. Um feliz 2012!

    ResponderExcluir
  2. Uau, parabéns pelo post, muito bom! E que venha 2012 :D

    ResponderExcluir
  3. Foi um ano mais ou menos, mas foi um bom ano! rs

    Feliz 2012, Mr. O/

    ResponderExcluir