BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, março 16, 2012

Mulheres de Areia, parte final

Para quem achou que as postagens sobre Mulheres de Areia não ganhariam um final por aqui errou feio. Novela boa merece destaque, sempre! E olha que eu torci tanto para a Rede Globo trazer de volta uma trama à altura. Ana Francisca (Mariana Ximenes) é muito recente, não vale muito a pena não! Pois bem, Mulheres de Areia, um ícone da teledramaturgia, ostenta a maior audiência de uma novela das seis, sim, é verdade, se antes ficava a dúvida entre ela e A Gata Comeu, não existe mais. As gêmeas Ruth e Raquel (Gloria Pires) vencem Jô Penteado (Christiane Torloni) por 1 ponto de diferença. Detalhe: os dois folhetins foram escritos pela mesma autora, que também fez bonito com A Viagem (1994). E quando reprisada pela primeira vez, em 1996 e 1997, abocanhou 32 pontos de audiência. Anjo de Mim, cartaz das seis na época marcava 28. A reprise de 2011, com os novos tempos, com a internet comendo por fora, não fez feio. A turma do Tonho da Lua (Marcos Frota) terminou com 16 pontos de média, desta vez quem sofreu com o sucesso da trama da saudosa Ivani Ribeiro foi Malhação, sendo assim, mais uma vez Mulheres de Areia foi a salvação da pátria. Eu me sinto um órfão. Acreditava que a Globo iria nos presentear com outro fenômeno dos anos 1990, mas tudo bem, valeu muito a pena passar os últimos cinco meses na companhia da Ruth, foi muito bom também torcer por Malu e Alaor (Viviane Pasmanter e Humberto Martins, respectivamente), rir com os deboches de Raquel, com os por favores de Virgilio Assunção (Raul Cortez, lindo!), sempre muito mal humorado. 
Agora, guardarei de novo a saga de Mulheres de Areia em meu coração (partido). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário