BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, setembro 12, 2012

Amor Eterno Amor faz um último capítulo sensacional (e eu que não ia comentar mais nada dessa novela, queimei a língua, hehe)

         Ok, eu me rendo. Tinha jurado pra mim mesmo que não ia falar mais nada sobre Amor Eterno Amor, eu não gostei da trama, poucos gostaram, mas mesmo assim assisti o último capítulo, sexta-feira passada, e pasmem, gostei muito do que vi. Mesmo mesmo! A começar pela cena do casamento de Gracinha e Pedro (Daniela Fontan e André Gonçalves, incríveis), simples, delicada e engraçada. Tudo ao mesmo tempo. O capítulo em si foi desse jeito, sem grandes cenas de impacto, aliás, se faltou ação, sobrou emoção. 
Achei, por ora, falta da minha amada Andréa Horta, onde estava a esfuziante Valéria? Onde meu Deus! Mas de resto (quase) tudo funcionou bem. Amparo e Solange (as talentosas Mayana Neiva e Sandra Corveloni) sendo presas foi hilário. O 'quase' ficou por conta da cena de Melissa (Cássia Kiss) e Virgílio (Osmar Prado) no umbral, clichê demais, beirou o ridículo, teatral, mas claro, é uma opinião minha. O inferno não merecia tamanho descaso e uma fotografia tão mal cuidada. Porém, a morte de Virgílio, foi rápida demais, simples demais e tão incrível quanto. Boa!
Amor Eterno Amor foi muito amor no seu capítulo final. E sem mistérios ou qualquer chavão, a novela das seis cumpriu bem seu desfecho. Foi um tanto didática demais ao falar de espiritismo, mas no que se refere a emoção, foi à flor da pele. Linda demais!
O folhetim podia mais, e eu cansei de falar isso por aqui, mas mesmo sabendo que ela não vai deixar (e não deixou mesmo) saudade, palmas para sua reta final, ímpar. E esse texto segue para suavizar um pouco o último dedicado a mesma. Gostei das cenas com Rodrigo e Miriam (Gabriel Braga Nunes e Letícia Persilles). Laila Zaid me impressionou muito também. Linda! Suzy Rêgo, Carolina Kasting e Felipe Camargo só concretizaram o que todos já sabem, tem talento de sobra esse trio, né não? 

3 comentários:

  1. Vim aqui só para corrigir o último comments meu. Não que não mais que a Andréa e a Cássia não brilharam, brilharam e muito, mas, como pude meu Deus esquecer da estrela cadente, a guia dessa trama. Clara Castanho, Jesus cristo a menina é sem dúvidas nenhuma a Fernanda M'negro de sua geração. Vi aqui tbm sobre a Laiza, a moça provou que tem um tremendo talento, merece muito destaque na emissora tbm.
    Aplausos ao final de amor eterno amor, para o que fora arrastado e enfadonho, teve um desfecho muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e não é que eu tbm esqueci da pequerrucha, \deus do céu, pode isso não né? hehe, Klara Castanho foi belíssima sim, peço eu desculpas por não tê-la mencionada em nenhum dos meus textos. Abrass

      Excluir

  2. A música no final que embalou a narração na última cena é linda... até baixei, era o tema instrumental do Rodrigo!

    ResponderExcluir