BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, setembro 14, 2012

O Monólogo de Carminha


            " Me vê uma cachaça. Serve aí.
O que é que foi, nunca viu uma mulher bebendo?
Preciso muito de um trago pra lamber o chão. Fui muito idiota mesmo.
A vida é um lixo.
Não existe justiça, não existe lealdade, amor... Amor?
Balela.
Invenção de livro, de filme, novela...
Sabe prá que? Prá fazer ó (dinheiro)...
O ser humano é uma coisa que deu errado.
Deus? Deus fez errado. Errou!
Essa mania, foi querer criar o mundo em seis dias...
Coisa de homem mesmo, lambão! Lambão!
Tinha que dar errado.
Que droga de vida é essa?
Prá que a gente vive? Prá esperar a hora de morrer?
O que é que vale a vida? Nada! Nada!
Ei, você, me recolhe aqui. Eu sou igual a isso aí que vocês estão recolhendo.
Um bando de porcaria estragada. Estou assim bem vestida mas vim do lixo.
E fui jogada no lixo de novo.
Estou de volta no lixo. Meu lugar é o lixo.
Toca pro inferno, motorista.

A Carminha é muito foda, ha ha ha! Mais nada pra comentar disso. Trecho retirado do capítulo 117, na melhor cena de Adriana Esteves em Avenida Brasil.

O que vai ter de gente aqui achando que estou em depressão, hehe, (mas não estou não, juro!), conheci há pouco um blogue, óbvio que vou superindicar (sei que a cena já se passou há um tantão (de bastante mesmo) de tempo, foi em 8 de agosto, mas é de uma força descomunal, como diria outro amigo meu, Indimenticabile!). O Cativeiro da Carminha, é de uma sagacidade, a dona lá, domina a língua portuguesa, escreve com propriedade, quero isso pra mim e vou correr atrás disso, quero melhorar muito meus textos, não só aqui não! Mas na vida. Conferem lá, vale a pena. Mas voltem aqui depois ok? Tenho muito ciúme, muito mesmo! Voltem, é uma ordem, hehehe. Boa leitura!


5 comentários:

  1. Novela também possui boas conversas de botequim. kkkk

    Adorei.

    ResponderExcluir
  2. Atáh... Deixemos o texto acima de lado por um breve parágrafo. Os seus textos têm uma coisa que raramente percebo em outros. Vou começar dizendo o que encontro nesses outros textos e depois digo qual é a sua marca nos teus escritos. Outros textos são ritmicamente tensos, muitos complicados, os autores só entregam o propósito final, ao final para dizer que objetivo fora cumprido. Bem, é lindo isso, O Lácio realmente é fascinante e quem o domina é digno de ser reconhecido na literatura. Pois bem, você o domina, só que o exerce de maneira mais leve, natural, e por isso seu texto apresenta CARISMA, característica que pensei que um texto não pudesse apresentar. E além de tudo original. Olha, pense que o outro blog é uma bala de menta. E o seu blog é essa bala de menta depois de ter sido consumida. O que fica é o frescor, uma sensação boa e hálito agradável na boca. Tudo isso só para dizer que, penso que seu blog está muito bom, seus escritos são muito bons e você não precisa correr tanto para alcançar ou conquistar ou aprender algo que você já tem, público(leitores), e sabe, escrever. É claro que ao tempo que passa o tempo, vamos nos aprimorando e aperfeiçoando, mudando, transformando e coisa e tals e tal e coisa, mas, isso nos é inato.
    Quanto ao texto acima, realmente foi primoroso e a atuação da Adriana fora Indimenticabile!
    Até mais ler...

    ResponderExcluir
  3. Nossa cara, fiquei sem palavras, fiquei corado, emocionado, de verdade!, fiquei imensamente feliz. Obrigado meu amigo, muito obrigado mesmo. ;), pronto! ganhei meu dia. s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diria mais, estupendamente feliz, estou me achando um pouco, e tentando ficar comedido, estou bobo! De novo cara, muito obrigado! De coração!

      Excluir
  4. Nem li o post mas já declaro aqui a minha parabenização à Adriana Esteves, que está arrebentando!

    ResponderExcluir