BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quinta-feira, outubro 18, 2012

Jornais dão como certo que foi Carminha quem matou Max. Será? Avenida Brasil pode usar de mesmo artifício de Mulheres de Areia, 1993




            Mais uma revelação será feita em Avenida Brasil: Max não morreu só por causa da pancada com a enxada.
No capítulo que vai ao ar sexta-feira, o delegado está com todos os suspeitos de serem os assassinos de Max para uma acareação. É nesta hora que ele revela o resultado do exame que foi feito no corpo do falecido. Além da pancada na cabeça, Max tinha um corte no braço e levou uma coronhada na nuca.
Os diálogos são tensos!
"Então o Max bateu em você, não é, Lúcio? Até você desmaiar. Confere?", pergunta o delegado.
O filho de Janaína confirma. Em seguida, o delegado Zenon mostra a arma que foi usada para dar a primeira pancada em Max.
"Essa arma foi desenterrada no lixão, e tem as impressões digitais da senhora Ivana e da senhora Muricy. Qual das duas deu a coronhada nele? Foi a senhora, dona Ivana?"
" Fui eu sim, seu delegado. Mas eu não matei o Max...", diz Ivana.
Num flashback, Ivana aparece dando a coronhada em Max e Muricy gritando com ela. Depois, Max vai pra cima de Ivana, que sai correndo junto com a mãe.
Depois de ter esclarecido o porquê de Ivana e Muricy terem enterrado a arma, Zenon continua suas revelações dizendo que Maxwel também tinha um corte no braço:
" O que monta com a história da senhorita Nina, que disse que, quando recobrou os sentidos, ele tava com uma faca na mão", diz mostrando uma faca.
"Essa faca foi encontrada na cozinha da dona Lucinda. Ela foi lavada, mas ainda guardava resquícios de sangue, um tipo de sangue raro: 'O' negativo. Basta fazer um exame ."
Nessa hora Janaina se apresenta, mas afirmando que não é ela a assassina.
"Não fui eu que matei o Max! Eu juro!".
O policial, então, conclui:
"Deve ter sido nesse momento que a senhorita Nina recobrou os sentidos, viu o Max com a faca, e achou que ele estava vindo na direção dela. Mas, aparentemente, ele já tava lutando com outra pessoa, que não era a Muricy, a Ivana, a Janaína, nem a dona Lucinda, que a essa altura ainda tava na casa, com as crianças".
E aí, Carminha confessa:
"Era comigo que ele tava lutando".
E mais um flashback entra em cena. Neste, Carminha aparece com um pau na mão, tentando atingir o ex-amante. Ela erra. Nina acorda e vê Max, mas não vê Carminha, que a atinge na cabeça, pega a enxada que estava em sua mão e ameaça Max.
" Acabou pra você, Max!", diz Carminha com a faca na mão.
"Resolveu ser a madrasta boa a essa altura, Carmem Lúcia? Vai defender a Ritinha?", diz Max.
"Para, Max! Ainda dá tempo! Some daqui!"
"Você tá louca, duquesa. Agora a gente vai até o fim! Nem que a gente morra, os dois, aqui. A gente veio do lixo, é nele que a gente vai acabar!"
Max vai pra cima de Carminha, ela pega a enxada da mão de Nina e investe contra ele, que cai morto.
Lucinda só chega no final da briga:
"Max! Meu filho! Ele tá morto! "
"Não teve outro jeito, mãe Lucinda", diz Carminha.
"Eu vi. Sai daqui, foge! Vai embora!", diz a mãe do Lixão.
Na frente do delegado, Carminha diz:
"Eu nunca tinha matado ninguém, mas era ele ou eu. E depois, se eu não parasse o Max, ele ia matar a Nina, e qualquer um que passasse na frente. Ele tava louco".
Nina, ao se dar conta de tudo que aconteceu, sai em defesa da ex-madrasta:
"Foi em legítima defesa, seu delegado. E pra salvar a minha vida. (SE DÁ CONTA, ABISMADA) Que loucura. Você salvou a minha vida duas vezes".
E sem perder a pose, Carminha dá um chega pra lá na cozinheira:
"Não precisa fazer esse tipinho de amiguinha, não, traste! O que tem que fazer agora é tirar a Lucinda da cadeia, que a coitada tá pagando pela segunda vez, por um crime que ela não cometeu".
" Como você pode ver, Maria Antonieta, a minha vida também não foi nada fácil. Tão satisfeitos? Posso me retirar? ", diz Carminha do alto de sua arrogância.
Antes de sair algemada, Tufão agradece a ex-mulher.
Imperdível!!

Lembrei agora: em Mulheres de Areia, 1993, Vanderlei (Paulo Betti) levou um tiro de Raquel (Glória Pires). No julgamento soubemos que ele havia sido morto bem antes do tiro, sendo que a verdadeira assassina ficou sendo a Vilma (Denise Milfont), será que o autor João Emanuel Carneiro vai nos surpreender com uma versão parecida?

Só vou acreditar mesmo que foi a Carminha no último capítulo, e claro, vou comentar tudinho AQUI, vai ser minha última volta pela Avenida Brasil, pelo menos, por enquanto.

E por falar no autor: estragaram mesmo um bom produto: ninguém está vendo Da Cor do Pecado, apenas alguns gatos pingados, a novela, por si só, não merecia isso. Quem é o responsável pelas reprises na Globo? Oh perguntinha que não quer calar, de jeito nenhum. É um sem noção.

2 comentários:

  1. Você virou um Spoliador de mão cheia, kkkkkkkkkkkkk.
    Será? Eu não aceitei a princípio a ideia de terem tomado o posto de vilã da Carminha, mas, eu quero sim que ela concerte sua vida, sua infância foi sofrida e a Adriana Esteves é muito carismática. KKK, tou misturando as coisas tamanho colosso é a interpretação dos personagens.

    ResponderExcluir
  2. É, e já estão picotando a primeira novela do João Emanuel...

    ResponderExcluir