BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, dezembro 03, 2012

Globo cogita encurtar a novela Salve Jorge por causa da baixa audiência: 30 pontos de média geral até agora, nove a menos que Avenida Brasil


                        Um turbilhão de emoções. O ano foi relativamente ruim para quem torce para o Palmeiras. Logo no ano em que eu comprei o livro do São Marcos, ops! eu ganhei o livro - é muito bom (São Marcos de Palestra Itália, Celso de Campos Jr). Fluminense é o campeão do ano, ok! Papai está muito feliz! Alguém tem que estar, graças a Deus. E é só futebol. Mas dói. Se dói. 
Salve Jorge não é ruim, acreditem! (Repararam que aqui o assunto flui, do Palmeiras já engatei na novela das nove, futebol, novela, duas paixões, está tudo bem, agora seguimos). Todo mundo não está gostando da Nanda Costa na novela. Todo mundo é muita gente, arrumemos a frase. Quase todo mundo não gosta da Morena. Morena foge completamente do estereótipo de mocinha "virgenzinha" e doce e sem graça. Assustou. Ela foi mãe aos catorze anos, pra uns uma vadia. As pessoas estão iniciando a vida sexual mais cedo, isso é uma verdade. Considero Morena uma guerreira, mesmo esse significado hoje em dia estar bastante equivocado. É forte! Morena é menos vadia que a Jade (Giovanna Antonelli), a heroína mais lembrada das tramas de Glória Perez. A Jade saia com todo mundo. Não perdoava isso nela. Ainda não perdoo.
Assim como o Palmeiras, Salve Jorge atravessa um momento difícil, a diferença está no elenco: a novela consta com mais de 80 atores, e muitos são estrelas que podem ser comparadas com o Fred (Fluminense), Lucas (Sâo Paulo) e Neymar (Santos). Giovanna Antonelli, Nívea Maria, Eva Todor, Nicette Bruno, Ana Beatriz Nogueira, Cristiana Oliveira, Cláudia Raia, Letícia Spiller, Suzana Faíni, Flávia Alessandra, Cléo Pires, Dira Paes, Natália do Valle e Carolina Dieckmann, só citando as mulheres. Talvez ali está o erro. O Palmeiras caiu para a série B do campeonato brasileiro por não conter estrelas à altura da série A, Salve Jorge peca por ter muitas estrelas, demasiadamente. Não há espaço para todo mundo. Não dá para ter só atacante de ponta num time. Dá um nó na garganta ver Cristiana Oliveira interpretando um papel que poderia ser de qualquer atriz secundária. E Salve Jorge peca por não ter uma vilã ao estilo Carminha (Adriana Esteves). Lívia (Cláudia Raia) é ruim, mas devia provocar meio mundo, não deveria ficar só focada no tráfico de pessoas. Morena e Théo (Rodrigo Lombardi) não tem ninguém aprontando contra. Eles só terminaram o namoro por ele ser um completo babaca. Flávia Alessandra está apagada, uma ideia seria a autora criar uma cumplicidade mórbida entre Érica e Àurea (Suzana Faíni). As duas armando contra a protagonista, para então criar uma torcida para o casal principal.
Ao Palmeiras uma boa sorte na Libertadores e que o ano de 2013 seja muito bom para a audiência da Band - alguém tem que ganhar com tudo isso. À Salve Jorge uma explosão de acontecimentos. Agita o horário nobre de todos nós, Glória Perez. A novela das nove tem tudo para se tornar a novela com a menor audiência do horário. 

Em tempo: sou contra o Ibope só valorizar quem mora em São Paulo, eles ficam parados no trânsito!  assistem pouca TV. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário