BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quinta-feira, janeiro 03, 2013

Alice, me empresta as maravilhas do teu país?


Onde foi todo mundo? Ei! Bom dia! Ué, logo hoje que eu tou precisando de pessoas junto de mim resolveram todos irem embora. Por que? Eu fui um menino tão comportado no ano que passou. Não xinguei ninguém, ops! briguei com meu melhor amigo por coisas tão banais, não dei a atenção que ele merecia. Afinal ele era meu amigo, tinha que aceitar por obrigação meus momentos de fúria. Nossa! Ele nem me avisou que ia viajar ou algo assim.
Perdi minha namorada nos últimos dias. Quer saber, não tô nem aí. Sei viver muito bem sozinho. Mãe? Pai? Há quanto tempo não os vejo. Mamãe me ligava todos os dias do ano para saber como eu estava. Nos últimos tempos isso era tão chato que eu nem atendia mais. Estava cansado. Ainda estou. Preciso que alguém me faça companhia hoje. Só hoje. Ou por alguns minutos. 
Oi! O carinha ali da esquina nem me respondeu. Que falta de educação. Ah! Lembrei dele. Estudamos juntos. Mas eu nunca fui legal com ele. Sempre zombava dos defeitos dele. A mulher dele é bem bonita e eles parecem estar felizes. E o que eu tenho a ver com isso?
Ok! Estou em casa. Televisão LED 3D, assistir um bom filme. Não! Não quero. Sem graça isso. Está passando o Chaves, bem naquele episódio que o chamam de ladrão. Triste isso né? Não acredito. Eu assistindo a essa coisa bobinha e repetida. Não né? Pra quê? Eles insistem em dizer que as coisas mais simples da vida são o que te deixam mais felizes. As brincadeiras sadias, o amor pelo outro, a compreensão. Para né? Eu tenho tudo! Casa, carro, móveis bonitos, tudo conquistado sozinho. Sozinho? Sim, sozinho. Não preciso de ninguém. Ando com minhas próprias pernas. 
Alô!? Oi? Como assim? Meu melhor amigo morreu agora a pouco, num acidente de carro. Caramba! Não acredito nisso. E a gente estava brigado, eu fui tão duro com ele. Não o escutava. Ele sempre gostou de umas cervejas. Bebia demais. Nunca falei nada pra ele sobre isso e nunca dei chance para que ele dissesse algo. Estava com tantos problemas. 
Mãe! Você veio! Onde está o papai? Está em casa com a companhia dos meus irmãos, claro! Meus irmãos, como eles estão? Bem, claro! Minha vida está ruim. As pessoas de quem gosto se cansaram de mim. Meu amigo morreu, minha namorada agora é ex, pai, irmãos! nem eu sei mais se os conheço. Posso voltar mãe? Muito obrigado! Meu pai e meus irmãos me receberam tão bem. Como pude deixá-los?
Oi Alice! Quanto tempo, hein? Me perdoe por tudo o que lhe fiz sofrer, estava amarrado num mundo só meu, percebi que estava infeliz e que fazia quem gosta de mim muito triste. Mudei! Sei que talvez não haja mais tempo para consertar todos os meus erros, mas ainda vou pedir, com o sentimento mais puro de toda minha história de vida: Alice, me empresta as maravilhas do teu país?

Não espere as pessoas que amam você descobrirem que podem viver melhor sem você! Se isso ainda não te tocou, não espere a morte vir buscar quem você ama, depois não vai dar mais tempo. Pedir perdão a quem você ama, de joelhos em frente ao túmulo da pessoa, acreditem, não vai mudar em nada o vazio que preencherá seu coração, é uma dor que nunca vai passar. Trate bem, seja amigo, compreenda mais, ame mais! É clichê eu sei, mas faz uma diferença descomunal. Cuidem-se.


Um comentário: