BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, janeiro 28, 2013

As cinco atrizes que pintam e bordam na novela das nove da TV Globo (são delas as melhores histórias de Salve Jorge)

Okay! Salve Jorge é uma lástima, MAS é bom deixar claro que não se trata de uma novela ruim, Fina Estampa, Esperança e Viver a Vida eram bem piores, o que de fato intriga muita gente foi a escalação de um elenco grandioso sendo que apenas vinte são realmente aproveitados. Nívea Maria, Stênio Garcia, Nicette Bruno, Natália do Valle, Cristiana Oliveira, Mariana Rios e Ana Beatriz Nogueira são exemplos de que se não estivessem ali não fariam falta nenhuma, falo isso em virtude de que os papéis à eles destinados não acrescentam em nada as suas belíssimas carreiras. 
Mas nem tudo está perdido, há aqueles que além de bem aproveitados estão também aproveitando a chance que Glória Perez lhes deu. Giovanna Antonelli segue como a número 1 da trama. Era para ter sido um personagem secundário na trama, mas não deu outra: a Helô de Giovanna é engraçada, corajosa, mostra uma força tremenda, não tem medo de ninguém, busca os fatos, não é ingênua, é apaixonante. Suas cenas com Alexandre Nero, o Stênio, outra joia rara da novela, são todas especiais, muitas nos remetem à pegada de filmes de comédia romântica. Química perfeita. Ela é ainda irônica, uma gata adorável, com um estilo só seu. Bravo!
Em outra dimensão está Letícia Spiller, que ninguém botava fé nos idos dos anos 1990, tudo por conta de um preconceito bobo por ela ter sido paquita, esquecendo claro, o quanto a menina aprendeu nos tempos áureos do Xou da Xuxa, soube o que é responsabilidade e que com disciplina venceu. É talentosa ao extremo! Era louco pela Babalu de Quatro por Quatro (Globo, 1994) e fui seduzido pela maléfica Maria Regina de Suave Veneno (Globo, 1999). Agora como a Antônia de Salve Jorge, Letícia amadureceu, melhorou o que já era bom, vem comendo pelas beiradas e tem grandes chances de se tornar a detentora dos maiores picos de audiência da atual trama das nove, a personagem promete causar comoção no grande público. Belíssima!
Nanda Costa tem em mãos a terceira melhor personagem da história. Foi massacrada pela crítica no início, aguentou firme e o inevitável aconteceu: Flávia Alessandra não conseguiu tirar dela o brilho que uma protagonista precisa ter. Morena anda muito tonta, acredita em tudo que lhe falam, não esboça nenhuma reação por conta da luta contra o tráfico de humanos, mas criou a personagem milimetricamente, só de visualizar os olhos dela já sabemos o quanto Morena está sofrendo. E mesmo nos momentos de alegria, a personagem parece pedir socorro, quer ajuda, quer que alguém consiga decifrar todos os seus segredos. Nanda se jogou de corpo e alma na caracterização e vem colhendo os frutos. Merecido!
Totia Meirelles sempre era escalada para ser amiga da protagonista, nada além disso. Chegou a hora da estrela. Wanda é a grande vilã de Salve Jorge, trono que deve perder para Cláudia Raia, caso Glória queira mesmo arriscar as fichas em Lívia Marini, porém, Totia já cativou os telespectadores. Está incrível!
E por fim, Suzana Faíni é ouro puro. Atuou maravilhosamente bem em A Favorita (Globo, 2008) e em Escrito nas Estrelas (Globo, 2010) e agora em Salve Jorge está ainda mais magnífica. É uma bruxa má a sua Dona Áurea, não aceita de jeito nenhum o envolvimento do filho com a protagonista e deverá torcer para o romance dele com Lívia, certamente vai pedir de joelhos perdão para Morena e claro, serão cenas de pura emoção. Linda!

Menções honrosas para Zezé Polessa, como sempre perfeita, para Dira Paes, que mesmo se repetindo nos personagens, consegue dar novas nuances a atual, a batalhadora Lucimar e para a lindíssima Paloma Bernardi, ótima na pele de Rosângela.

Agora, difícil mesmo de digerir são as interpretações de Rodrigo Lombardi como o patético Théo (há os que dizem que mocinhos são chatos mesmo! mas e porque o Tufão (Benício) de Avenida Brasil tinha uma boa pegada?), Antônio Calloni, o mesmo do mesmo (sempre) e Vera Fischer (sem comentários por favor!).

7 comentários:

  1. Concordo com os personagens de Rodrigo Lomabrdi e Vera Fischar. O Calloni é um bom ator, mas é mais do mesmo né? Fazer o quê?
    Suzana Faíni sempre repete as mesmas mulheres chatas, cansa, Dira Paes está ótima assim como Letícia Spiller, Totia Meireles, Nanda Costa e Giovanna Antonelli mesmo assim eu odeio a novela. É péssima! Joga fora e começa de novo Glória Perez!

    ResponderExcluir
  2. Serginho, tu viu Escrito nas Estrelas? A Antonia de Suzana Faíni era adorável! hehehe, abraços! Mas concorda cmg que Fina Estampa era pior né?

    * Calloni está muito repetitivo!

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post, como sempre meu caro. Destaque pra menção à Suzanaa Faini, que é dessas atrizes brilhantes que de modo geral são meio "ignoradas" (assim como a Totia). Faini em "A Favorita" era espetacular. Só tenho um pouco de preguça, e a culpa é da Globo, não da atriz, dessa mania de dar sempre personagens quase sempre iguais, no caso de Suzana a rabugenta.

    ResponderExcluir
  4. Duas Caras, Da Cor do Pecado, Bebê a Bordo, Três Irmãs (era isso?), Vira-lata, Insensato Coração, Sete Pecados, As Filhas da Mãe, Passione, Zazá... o que não falta é novela que foi muito, MUITO pior que Salve Jorge.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Negócio da China, Tempos Modernos, Começar de Novo, rsrs, são tantas né?

      Era Três Irmãs mesmo! Muito ruim mesmo!

      Excluir
  5. Hahahaha, nossa, negócio da China, Jesus! Tempos Modernos, KKKKKKKKKK!!!

    ResponderExcluir