BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quinta-feira, fevereiro 28, 2013

Atual cartaz das seis da Globo é um fiasco em se tratando de audiência e ao mesmo tempo sua qualidade é enaltecida por um público fiel e de muito bom gosto

Em qualquer crítica relacionada a novela das seis da Globo, Lado a Lado, você só vai ler (ou ouvir) coisas boas. É uma produção de época caprichada, linda fotografia, cenários e figurinos perfeitos e uma história cativante. Quem assistiu dois ou três capítulos não parou mais. Mas foram poucos os que quiseram realmente sentar em frente da TV neste horário. Por que?
Se formos buscar a audiência de 20 anos atrás teremos 50 pontos de média para Mulheres de Areia e 44 para Sonho Meu, sua sucessora. Números estes que talvez nunca mais veremos. Tudo mudou. O IBOPE foi alterado: hoje cada ponto equivale a cada 62 mil televisores ligados só na Grande São Paulo, naquela época nem 30 mil. A população aumentou. A internet apareceu. O IBOPE não evoluiu. A empresa. Já é sem tempo contar como telespectador quem assiste seu programa predileto via computador, celular e etc. Mas mesmo assim, a atual trama das seis não escapa do fiasco que é, em termos de audiência, deixo claro. 18 pontos de média geral é muito pouco. Muito de muitão! Se apontarmos a questão qualidade, sai vencedora em todos os quesitos. Todavia, são os números que apontam o que é sucesso ou não e Lado a Lado é um fracasso, infelizmente.
Os acertos já foram apontados, no primeiro parágrafo, mas não vou me abster, é quase uma obrigação falar do texto (os autores João Ximenes Braga e Cláudia Lage estão de parabéns), um primor! Tudo supervisionado pelo talentoso Gilberto Braga. E a direção sempre pontual de Dênnis Carvalho segue como outro ponto positivo e é claro, o elenco encabeçado por Marjorie Estiano, Patrícia Pillar, Lázaro Ramos, Thiago Fragoso, Camila Pitanga, Maria Padilha, Caio Blat, Cássio Gabus Mendes, Débora Duarte, Alessandra Negrini, Milton Gonçalves, Rafael Cardoso, Zezéh Barbosa, Sheron Menezes, Ana Carbatti, Isabela Garcia, e muitos muitos outros, todos espetaculares. 
Os erros que eu considero quase nulos se deve a história lenta, que em nada reflete na perfeição do texto, visto que o público anda mais ansioso e se acostumou as tramas ligeiras de João Emanuel Carneiro. E uma outra coisa que acho relevante para decifrar do porquê a trama não alçou voo é a trama de época justamente numa estação quente: horário de verão combina bem mais com Flor do Caribe, a próxima do horário, Lado a Lado é uma história para o inverno, mais escura e didática. E está claro que nem sempre qualidade e quantidade andam juntas. Realmente, uma pena! 


3 comentários:

  1. Olás! Tô eu aqui de novo dando palpite.

    Cara, existe um capricho muito grande nessa novela. Isso é fato, e não tem como não notar. Elenco de primeira. Texto primoroso. Supervisão maravilhosa do Gilberto Braga, que deu um up na novela. O talendo primoroso da Marjorie a Patricia Pillar. Tudo isso é indiscutivel.

    Só que os tempos são outros. Aquela dona de casa que assistia Mulheres de Areia ha 20 anos atras enquanto fazia a "janta" pra esperar o marido não existe mais. Hoje, aquela dona de casa lá de trás trabalha, busca filho na escola, leva na natação, busca no inglês, vai ao pilates, academia, fica presa no transito que não anda. Tem reunião no final do dia. Fica sem sinal de internet no telefone. A bateria do Iphone acaba... Se der sorte, ela consegue ver o Bonner dar boa noite.

    O mundo televisivo tem duas opções. Ou divide o ibope em antes e depois da revoulução mercadológica da mulher e do advento da internet, ou para de sofrer com isso, e faz novela para a mãe dessa mãe que ta correndo lá em cima pra chegar a tempo. Ou seja, nossa Vovozinha querida, que ha 20 anos, fazia comida esperando o marido chegar, e que hoje já não tem mais aquele pique de antes, e fica vendo a novela das seis, e escutando ao longe, o barulho da panela de pressão cozinhando feijão, e lembrando, do tanto que a gente era feliz e não sabia.
    Abraços

    João

    ResponderExcluir
  2. Uma pena.É uma boa obra, com excelente elenco,trilha sonora e enredo. Mal gosto talvez, por parte dos fãs do leke leke que não aguentam ouvir uma letra agradável " se você não me queria, não devia me procurar, não devia me iludir, nem deixar eu me apaixonar"!


    a quanta saudades sinto de você meu amigo. Se cuide e continue escrevendo com esse carisma todo!

    ResponderExcluir