BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, dezembro 29, 2014

Os piores do ano, versão 2014

Tropicaliente é a pior reprise de novelas do ano de 2014.
Algo como Framboesa do ano, aqui apenas uma lista dos piores, lugar que ninguém gostaria de ser citado, mas...

Pior Atriz de Novela:
Cláudia Abreu, sei que muita gente vai querer me comer vivo, mas não concordei com a vitória dela no Domingão do Faustão (Globo) e mais, Pâmela Parker foi um equívoco na carreira da atriz, ficou forçada, chata, sem graça, nem de longe lembrava a cantora Chayene de Cheias de Charme. Quem assistiu a premiação da Rede Globo notou que até ela ficou surpresa. Amo a Cláudia Abreu, desde sempre, a vi pela primeira vez em Pátria Minha, 1994, e desde então, só flores (nunca vou esquecer da 'cachorra' Laura de Celebridade, 2003). Mas Pâmela de Geração Brasil foi muito ruim, o que não foi nem culpa dela, tudo nesta trama foi qualquer nota. 

Pior Ator de Novela:
Lázaro Ramos, também por Geração Brasil. Brian foi o pior personagem da carreira do ator, talvez o único, e nem Lázaro conseguiu se salvar deste vexame. O que se via em cena era uma má vontade de estar naquele lugar, naquela hora. Lázaro tem uma atuação ousada, é praxe dele, mas neste caso menos era mais. Muito ruim.

Pior Novela:
Geração Brasil, pelo conjunto da obra. Ruim em demasia. Foi a prova que a Globo esperava: o público quer ver novela com cara de novela. Resto, só se for série. 

Pior Reprise: 
Tropicaliente, de Walter Negrão, exibida pelo Viva, todas as tardes. Se nem quando reexibida pela Rede Globo, em 2000, a trama teve boa repercussão, não ia ser agora que a coisa iria engrenar. História de Amor, a antecessora, não teve uma substituta à altura. Uma pena.

Pior Atriz Coadjuvante de Novela:
Marina Ruy Barbosa, a Maria Ísis de Império. A atriz tinha tudo para ser a grande estrela da novela, mas o jeito de bonequinha de porcelana que a qualquer momento pode se quebrar a transformou numa chata de galochas.

Pior Ator Coadjuvante de Novela:
Paulo Betti, como Téo Pereira de Império.  O ator Lima Duarte  disse  em uma entrevista que sente vergonha em ser ator ao falar sobre a atuação de Paulo como um jornalista homossexual. Até certo ponto soava até engraçado, mas o exagero à lá Zorra Total encheu. Paulo Betti devia tomar algumas aulas com Aílton Graça, esse sim perfeito como Xana.

Pior Atriz de Série:
Luana Piovani, em Dupla Identidade. Deixo claro que gosto da atriz, não tenho esse preconceito todo por conta da vida pessoal dela, e ela só fala verdades, e isso dói para alguns. Mas a Vera era a irmã gêmea da delegada Gabriela da série Na forma da lei, de 2010 (interpretada por ela mesmo). Faltou personalidade.

Pior Ator de Série: 
Cauã Reymond, disparado. Deu vida ao policial André, da série O Caçador.  O ator, naturalmente ruim, conseguiu se superar. Tudo nele é artificial, não fosse o rostinho bonito sei não se teria tanta oportunidade assim na TV. 

Pior Série de TV: 
O Caçador, se as novelas já penam para segurar o telespectador dia após dia, com as séries isso pode ficar pior. Geralmente o público se cansa de esperar cenas do próximo capítulo e acaba deixando a história para trás. Com um roteiro ruim foi isso mesmo que aconteceu. 

Pior Humorista: 
Rodrigo Santana. Ele foi do céu ao inferno, em menos de um ano. Sua Janete cansou e ele pouco criou. Todos ainda lembram o antigo personagem. Detalhe: ele é um excelente humorista, só precisa se reciclar.

Pior Programa de Humor: 
Zorra Total. Não é disparado, pois o que mais tem é programa de humor ruim, mas a realidade é que após 15 anos na TV já deu o que tinha que dar. A emissora pensa em reformulação. Já é um avanço.

Pior Programa de Auditório:
 Domingo Show, disparado! Comandado por Geraldo Luís, a atração passa horas de seu tempo enrolando o telespectador e pasmem, por muitas vezes, conseguem. Também pudera, Geraldo tem como concorrentes o Esquenta, que é terrível e o Domingo Legal, Deus do céu, ficou ainda pior do que já era.

Pior Apresentador ou Apresentadora do Ano:
Geraldo Brasil, disparado! Ele é péssimo tanto que João Kléber, Luiz Bacci e Sérginho Mallandro perto dele viram ótimas opções. E soube que ele ainda pediu aumento de salário. Pode?

Pior Âncora de Telejornal: 
Paulo Henrique Amorim, por toda a parcialidade com que aborda os assuntos mais delicados. Jornalista tem que vestir a notícia, sempre!

Pior Telejornal: 
Domingo Espetacular, que como cópia clara do rival nunca conseguiu se destacar pela própria personalidade. Ficou mais evidente agora. Com a reformulação feita no Fantástico, o Domingo Espetacular ficou lá atrás, não chove nem molha. 

Pior reality: 
A Fazenda (Record). Sem comentários!

Desliga: 
Vídeo Show, sem nenhuma dúvida, o pior programa de variedades da TV. Daniel Filho, uma vez, quis porque quis extinguir o programa, todos ficaram contra. Hoje o programa não funciona e as boas lembranças ficaram no passado. 

3 comentários:

  1. Você é muito mau!

    Cauã é O Erro... junto com Caio Castro.

    ResponderExcluir
  2. A lista dos piores do ano sempre é mais justa do que a dos melhores!

    ResponderExcluir
  3. Sobre o Paulo Betti, eu acho justamente o contrário. Ele está bem no personagem, enquanto o Aílton está um erro. Também pudera, o Betti é muito mais ator que o Graça.

    ResponderExcluir