BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quinta-feira, dezembro 25, 2014

Sempre a Nazaré (Renata Sorrah em Senhora do Destino, Globo, 2004)

Império começou impecável, novela com cara de filme, tudo perfeito, era a primeira fase e os elogios, (desculpem!) ficaram por lá. Veio a segunda fase. Lília Cabral tomou a novela para si e tchau boas histórias. Tudo é surreal. Adoro a Drica Moraes, amo de paixão a Marjorie Estiano, mas essa história de Cora rejuvenescida não desce nem com litros e mais litros de água. E agora  com a falsa morte do Comendador, sem comentários. Aguinaldo Silva, autor de Pedra sobre Pedra, que o Viva vai reprisar em janeiro (oba!), Fera Ferida, Tieta, A Indomada, Senhora do Destino, Porto dos Milagres entre outras, perdeu a mão. 
Império me dá menos prazer de assistir que Em Família e olha que a novela de Manoel Carlos foi baita ruim. Nada salva. Os trejeitos de Paulo Betti, a insossa Marina Rui Barbosa, a chatice de Leandra Leal, a besteira que virou o núcleo de Paulinho Vilhena, em tudo parece que falta alguma coisa, que desandou, faltou fermento, o bolo não cresceu, sei lá, mas o fato é que a atual novela das nove está um porre.
Cora tinha tudo para ser mais uma Nazaré, mas este chavão de ter que matar personagens (sempre) pela escada, tirou quaisquer perspectiva da personagem entrar para a história e isso se deu bem antes da saída de Drica, que torço para que volte e acabe com essa coisa de plástica e com isso tire da Marjorie a vergonha que deve estar sentindo. Cora copiou Tereza Cristina (Christiane Torloni), que por sua vez copiou Nazaré (Renata Sorrah), esta, segue intacta, até porque é o produto original do autor. Aguinaldo Silva tem que se desvencilhar de Senhora do Destino urgente, para o nosso bem e dele mesmo. Reciclagem. Já!
Dos males o menor, do jeito que o tempo urge, março está logo ali e Gilberto Braga vem com a missão de contar uma história com cara de novela das nove, sem clichês, sem nos enfiar goela abaixo qualquer coisa. Simplesmente não dá mais para aturar isso.

Um comentário:

  1. Ah cara, acredita que acho Império simpática. Anos luz a frente de Fina Estampa. Sei que n tem uma história forte, mas o Papinha deu vida a história de Aguinaldo.

    ResponderExcluir