BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, março 10, 2015

Sete vidas, primeiros dois capítulos

A história de Sete Vidas, a nova novela das seis, lembra as de Manoel Carlos, sob a direção de Jayme Monjardim, lembra ainda mais. Lícia Manzo é uma autora magnífica, A Vida da Gente, de 2011, foi um primor. Adorava. E a atual não foge a regra.
Aos que gostam de folhetins com um quê de a vida como ela é, um cotidiano contado a passos reais, com histórias reais, sem grandes clichês, sem vilões, onde até a mocinha tem lá seus dias de fúria, Sete Vidas é um deleite. Eu gosto.
Claro que prefiro os textos ágeis de João Emanuel Carneiro e ou Gilberto Braga, mas às seis da tarde, cai como uma luva o ambiente proposto pela trama. Os diálogos são ímpares, como tudo nesta novela e a fotografia adotada em todas as sagas de Monjardim é de puro bom gosto e só acrescenta.
Debora Bloch muito bem como Lígia.
Domingos Montagner ótimo como sempre.
Isabelle Drummond tem um talento único, linda.
E Jayme Matarazzo, para mim, é simplesmente fantástico.
A abertura é a mais bonita da atualidade.
Ainda em Sete Vidas teremos o retorno de Regina Duarte e ver dona Regina atuando é sempre bem vindo.
Boas novas a nova novela das seis. A estreia marcou 20 pontos de audiência, ótimo para os dias de hoje. E merece mais. Bem mais.

Um comentário: