BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, maio 16, 2015

I LOVE PARAISÓPOLIS, primeiros capítulos

Estreou na última segunda-feira a nova novela das sete da Rede Globo. Trata-se de I Love Paraisópolis, assinada por Alcides Nogueira e Mário Teixeira. O nome que beira o ridículo chamou a atenção: a trama é a mais assistida pelos brasileiros. Porém, não gostei. Sei que posso morder a língua, e juro! Quero morder a língua, mas a historinha não me apetece. De jeito maneira.
Primeiro é essa coisa de favela. Enjoou. Logo chamam o Antônio Fagundes para dar jeito. Segundo é a vilã que quer ferrar com os moradores a benefício próprio, muito Três Irmãs, é Letícia Spiller como Vera Holtz. Não desce. Por fim, o elenco é ruim demais.
Bruna Marquezine: gosto e não gosto. Oscila muito. O bibelô da Globo é uma fotografia linda, mas falta a ela mais papéis secundários para depois se firmar como protagonista, mesmo porque coadjuvantes são sempre melhores. Tatá Werneck eu gosto. Gosto dela como Tatá Werneck. Se o público entender isso é mais um sucesso. Tatá no novo Zorra. Ia dar caldo. Caio Castro? Preguiça. O protagonista Destri é bom. Letícia, mesmo caso da Bruna. Oscila basante, mas geralmente ela me conquista. Talvez pelos belos olhos azuis e por me fazer sempre lembrar da deslumbrante Babalu. Henri Castelli segue sempre canastrão e Alexandre Borges com Soraya Ravenle eu gosto. Maria Casadevall é bonita e boa atriz.
Os primeiros capítulos foram todos bem produzidos, amo a trilha sonora, gostei da abertura, só que é muito água-com-açúcar. Tipo de comédia romântica que não te traz nada de novo.
Por enquanto é uma novela de sorte, pelo visto, muita sorte. E claro, tomara que me ganhe. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário