BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, julho 18, 2015

O merecido sucesso de Os dez mandamentos

Sansão e Dalila, José do Egito, Rei Davi, A história de Ester, Milagres de Jesus e Os dez mandamentos, as telenovelas bíblicas da Rede Record e o porquê que fascinam tanto o telespectador: primeiro porque o Brasil é um país religioso e segundo porque diante de tanta confusão, roubos, assassinatos, corrupção e outras tantas coisas ruins o conforto de DEUS e a esperança de um mundo melhor amenizam um pouco a dor.
A Rede Record, do mesmo dono da Igreja Universal, que obtém uma boa fatia dos fiéis do Brasil, teve bom tino comercial e apostou alto nas histórias da Bíblia Sagrada. Com  ares de superproduções, gastaram milhões de reais para realizar todas as tramas acima citadas e acertaram em cheio: estão colhendo os frutos e com Os dez mandamentos, a atual, estão na melhor fase.
Os dez mandamentos estreou bem na hora que a Globo enfrenta a duras penas uma crise em sua audiência e não é apenas pelo fracasso de Babilônia, o carro-chefe da emissora, mas outros programas da casa estão perdendo boa parcela do público, principalmente o de São Paulo, onde o ibope é válido (não deveria, mas não entraremos nesse assunto por agora).
Escrita por Vivian de Oliveira e dirigida por Alexandre Avancini, ela é uma adaptação de quatro dos livros que compõem a Bíblia - ÊxodoLevíticoNúmeros e Deuteronômio - narrando a história de Moisés desde o seu nascimento até sua morte, destacando o encontro com Deus no Monte Sinai, as pragas lançadas sobre o Egito, a sua participação na libertação do povo judeu escravizado no país, a passagem pelo Mar Vermelho, a revelação dos dez mandamentos, a travessia de quarenta anos no deserto e a chegada do povo à terra prometidaConta com Guilherme WinterCamila RodriguesSérgio MaronePetrônio GontijoLarissa MacielZé Carlos MachadoPaulo FigueiredoSidney SampaioMaria CeiçaDenise Del VecchioPaulo GorgulhoVera ZimmermanAdriana Garambone e Giselle Itié nos principais personagens.
Adriana Garambone é de longe a que mais se destaca. Sua Yunet é perfeita em todos os sentidos, mas outro que me deixa entusiasmado é o Paulo Gorgulho. Grande ator. E o que menos gosto é de Sérgio Marone. É um ator medíocre. E Gisele Itié, claro, é outra que não desce de jeito nenhum.
Os dez mandamentos vem conquistando mais de 12 pontos de audiência, chegando fácil nos 18 de pico, algo que não acontecia desde Os mutantes, em 2008, só que claro, Os dez mandamentos merece todo o seu reconhecimento, enquanto a segunda parte de Caminhos do Coração é qualquer nota.
Não sou um consumidor assíduo de Os dez mandamentos, por conta do horário mesmo, pelo JN e todos sabem que preferi acompanhar Babilônia, será que me estrepei? Mas tirei a semana para acompanhá-la e gostei do que vi. Muito. 
Que a Record continue a realizar bons trabalhos, como este, e não só com histórias bíblicas. Gosto muito do autor Carlos Lombardi: é disparado o melhor autor de humor da TV. 
Enfim, sucesso! Mais ainda. Concorrência é sempre bom e a Globo passou da hora de se mexer. E quem ganha com tudo isso somos nós.



Veja Rio.



2 comentários: