BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, agosto 15, 2015

A espetacular Irene Ravache

A primeira novela em que vi a atriz Irene Ravache foi em 1994 pelo SBT. Éramos Seis era anunciada sempre logo depois da novela A Viagem e depois de  Fera Ferida, ambas da Globo. Lola passou por diferentes épocas, foi envelhecendo conforme a trama seguia e Irene atuou com maestria. E vieram muitas outras personagens na TV, todas construídas com o mesmo esmero, mas como Lola nunca mais. Até chegar com a Condessa Vitória, exibida atualmente no cartaz das seis da TV Globo.
Irene Ravache foi considerada a melhor atriz de 1994, vencendo Glória Pires, perfeita como Maria Moura, da série de mesmo nome e Christiane Torloni, a heroína Diná de A Viagem.
Agora, em 2015, tem tudo para conseguir mais um prêmio. Irene, em poucos capítulos, conseguiu tirar de Glória Pires a preferência, mas tem em A regra do jogo, próxima novela das nove, nomes de peso para enfrentar, principalmente Giovanna Antonelli, a nova vilã do renomado João Emanoel Carneiro.
A Condessa Vitória consegue ser implicante, é austera, debochada, cínica e maquiavélica, tudo junto. E ao mesmo tempo que se diverte sendo maldosa cria com o público uma espécie de amor e ódio. E para a atriz a partir de setembro a autora Elizabeth Jhin, de Além do tempo, vai expor um desafio: com a passagem de 150 anos, a Condessa vai reencarnar e voltará à terra para apagar tudo de ruim que fez na vida passada. Irene será uma heroína-sofredora. E em se tratando de IRENE RAVACHE, o que nos espera são cenas densas, criativas e de extrema competência.

Que assim seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário