BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, dezembro 19, 2016

Melhores do ano no Faustão, sempre aquela furada

Camila Pitanga venceu Marina Ruy Barbosa e Andréa Horta no Troféu Domingão. Das três, Andréa merecia a estatueta, mas ainda assim não foi a melhor atriz de novelas do ano.
Quem escolhe os finalista dos melhores do ano da Globo, aquele do Troféu Domingão? Dizem ser os profissionais da casa, numa espécie de pesquisa, em que os três mais votados concorrem ao prêmio. E este assunto sempre vira um post no Mr. TV tamanha a indignação com os vencedores. Tudo bem que neste ano alguns foram justos, dentre as quais a melhor atriz de série com Adriana Esteves abocanhando a taça. No entanto, como assim Lucas Lucco o ator revelação do ano? Ele concorreu com o seu xará Lucas Velloso e com João Baldasserini. Dos três, Lucas Velloso deveria ter levado a estatueta. Lucco não é bom ator (nem cantor) e João estreou em novelas em 2010 (poderia concorrer a melhor ator, não como revelação). 
A categoria cantor e cantora, com Luan Santana e Anitta como vencedores, demonstra o quão estamos mal em termos de música. 
Camila Queiróz foi bem como coadjuvante, mas e a Selma Egrei, ou a Elizabeth Savalla (só para citar duas)? Elas nem apareceram na lista. Camila disputou com Dira Paes e Juliana Paiva. Pode isso, Arnaldo? E o melhor ator coadjuvante foi Marco Ricca. Perdeu para Gabriel Leone, bom ator também, mas nada superou o Mão de Luva de Liberdade, Liberdade.
Jesuíta Barbosa levou o prêmio melhor ator de série por Justiça. Ele é excelente, mas e Sélton Mello? Nem disputou.
Camila Pitanga concorreu e ganhou o prêmio de melhor atriz na categoria novela. Ela foi bem. Mas melhor atriz? Melhor terem escolhido Mariana Ximenes, Vera Holtz ou Alinne Moraes (todas foram e estão superiores à Camila).
Enfim, o Melhores de Ano da Globo é sempre aquela furada. E há quem ainda confie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário