BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

domingo, janeiro 22, 2017

Com a ascensão da vilã-mor Mag (Vera Holtz), A Lei do Amor (a novela dos vilões) chega aos 30 pontos

A melhor cena de A Lei do Amor até agora
A Lei do Amor não chega a ser aquele novelão estilo Avenida Brasil, O Clone e Tieta, nem querendo, mas mesmo assim é uma boa pedida para o horário nobre da Globo. M. Adelaide Amaral, autora de sucessos como (segunda versão) Anjo Mau, Tititi, (versão original) Sangue Bom, A Casa das Sete Mulheres, A Muralha, Os Maias etc., aprendeu muito do que é escrever telenovela com Cassiano Gabus Mendes e Silvio de Abreu, tanto que A Lei do Amor lembra Meu Bem, Meu Mal (1990), A Próxima Vítima (1995) e Torre de Babel (1998).
Vera Holtz encarna a verdadeira mulher do Diabo, uma mistura de Filomena Ferreto (Aracy Balabanian), Ângela Vidal (Cláudia Raia) e Isadora Venturini (Sívia Pfeifer). Magnólia, Mag para os íntimos, é a personificação do mal escondida em "boas ações" e "gentilezas". Vera está sambando em A Lei do Amor, talvez em seu melhor papel da TV, apesar de Vera ser dessas atrizes que transforma uma simples participação em algo estrondoso.
Junto à Mag está Ciro, outro monstro, que por ambição faz qualquer coisa para vencer. Ciro é interpretado pelo não menos espetacular Thiago Lacerda, que só tem crescido como ator. Thiago é bom galã (Terra Nostra, A Casa das Sete Mulheres), bom vilão (América, e agora com A Lei do Amor), vai bem na comédia (Quem vai ficar com Mário? lembram?), é bom coadjuvante (Joia Rara), enfim, é sempre um prazer vê-lo em cena. Bravo!
José Mayer voltou com tudo e o seu Tião deu um novo up em sua carreira, visto que seus últimos papéis na TV foram ruins (Império, Fina Estampa e A Favorita, por exemplo).
A Lei do Amor é a novela dos vilões.
Grazi, Cláudia Raia, Camila Morgado, entre outros, estão bem, não em seus melhores momentos, mas bem, enquanto o casal principal Helô e Pedro, que na 1ª fase roubaram todas as atenções com Isabelle Drummond (principalmente por ela) e Chay Suede, perdeu todo o encanto com Cláudia Abreu e Reynaldo Gianecchini. Helô e Pedro viraram os detetives da novela, soam como defensores da Liga da Justiça. Estão chatos! O mote principal da novela é em torno desse suspense todo em cima de Mag, mas porque Pedro e Helô forçam tanto?
A história do casal principal seria mais interessante se ambos fossem mais engraçados. Poderiam viver como cão e gato, ora felizes juntos, ora brigando, sempre unidos na questão "vamos destruir a Mag!". Poderiam ser mais soltos, às vezes atrapalhados, bobos com graça.
Salvem Pedro e Helô. Cláudia Abreu e Gianecchini merecem. Salvem Pedro e Helô, em memória aos ótimos Chay e Isabelle.
A Lei do Amor alcançou na última semana a maior média desde a estreia: 30 pontos.
Nos últimos capítulos, com a ascensão da vilã-mor Mag (Vera Holtz), a trama das nove da Globo está fervendo. Vai crescer mais se seguir este caminho.
Por mais que o casal (ex 20) Helô e Pedro estejam por ora chatos de doer, ninguém supera Heloísa Perissé, muito ruim como Mileide. Ruty Raquel (Titina Medeiros) é muito mais engraçada.
Sobre as vilanias de Mag (Vera Holtz), que não parem por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário