BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, julho 10, 2017

SBT in memoriam

Silvio Santos está apostando alto nas filhas e em Dudu Camargo. E isso é ruim para o futuro do Sbt. A TV mais amada do Brasil, a TV do Chaves, das novelas mexicanas, das novelas infantis, do próprio Silvio, da Hebe, do Golias, do Ratinho, a única TV que ainda aposta nas crianças está perdendo sua identidade. 
Há 10 anos, Maísa Silva divertia muito o Silvio Santos. Maísa foi pivô de uma situação constrangedora. Dudu Camargo, que é novo queridinho de Silvio, extrapola nos comentários, tenta imitar o patrão nos trejeitos e nas falas, mas consegue apenas imitar os imitadores de Silvio, ou seja, força a barra tentando ser o que não é: espontâneo. Constrangeu Maísa (a história todos devem saber já, ou o Google pode ajudar), e segundo o jornalista Flávio Ricco, sobrou para uma produtora (que foi demitida com direito a dedo na cara de Patrícia Abravanel, a outra aposta do canal). Enfim, Dudu trabalha num telejornal de manhã, dança, faz strip-tease, fala bobagens, mesclando com as notícias que lê no teleprompter. As últimas notícias é que o patrão quer Dudu como o novo Gugu. Dudu já disse numa entrevista que substituiria muito bem Celso Portiolli e que daria muito mais audiência que ele. Dudu é assim mesmo, tem 19 anos e sofre do mesmo mal que a atriz Susana Vieira, de 74 anos, com a diferença que Susana dificilmente desperdiça um bom papel na TV.
Patrícia Abravanel é indelicada, não tem carisma e está onde está por ser a filha do dono e futura dona do entretenimento dos domingos. Patrícia comanda o Máquina da Fama, programa exibido às segundas (que já foi o horário de Hebe) e por um tempo foi bem na audiência. Atualmente, costuma dar 5 pontos de audiência. O Xuxa Meneghel, de 2015-2016, sofreu com Patrícia. Xuxa, em 2017, com o reality Dancing Brasil, conseguiu barrar Patrícia, pelo simples motivo: Xuxa Meneghel era um programa ruim, Dancing Brasil foi um programa bonito, produzido com esmero, enfim, continuando sobre a apresentadora que venceu o Troféu Imprensa (pode isso?), Patrícia estreou com o pai, no Jogo dos Pontinhos, quadro do Programa Silvio Santos e foi ganhando espaço. A princípio, parecia que caminhava para dar certo, mas em pouco tempo de carreira já se sentia a maior apresentadora da TV, melhor que a Xuxa, melhor que a Angélica, que a Fátima, que a Ana Maria, que a Eliana e, se duvidar, melhor que a Hebe. Isso não vinga, Patrícia não vinga! Patrícia está no lugar de Eliana e tem dado audiência superior à loira (ex-dedinhos). Não será surpresa, se no futuro, Silvio prefira a filha que Eliana. Perde o Sbt, ganha a emissora que conseguir Eliana.
O Bom Dia & Cia, que já foi de Eliana, hoje pertence a outra filha de Silvio, a mais velha, a Silvia. O Bom Dia tem audiência cativa: é o único programa infantil da TV e aposta em bons desenhos, muitos desenhos, bastantes desenhos. Silvia também tem carisma zero, mas ao contrário de Patrícia, é mais humilde.
Nas tardes, mais uma filha: Rebecca. Rebecca é a mais fraca do clã. Por enquanto, está verde, não dá conta do recado.
O Sbt de amanhã estará recheado de dancinhas (dizem que é para animar os telespectadores), indelicadezas (disfarçadas de sinceridades) e pouco talento (Dudu, Patrícia).
O que me deixa cheio de esperança é saber que o telespectador não é bobo, ele pode se enganar, mas logo cai em si e deixa de assistir. Vejam o que está acontecendo com Geraldo Brasil. Até um tempo atrás dava 10 pontos de audiência. Hoje, a audiência quase caiu para a metade. 
O Sbt de Carrossel, das Chiquititas, do Chaves, da Eliana, da Hebe, da Filó, da Chispita, da Maria do Bairro, da Paola Bracho, do Silvio, pode ficar somente na memória. Ela está virando a TV mais mal-amada do Brasil, infelizmente!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário