BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, janeiro 26, 2018

Fenômeno de audiência, novela O Outro Lado do Paraíso é bombardeada pelos maiores críticos do Brasil (no mínimo, soa redundante)

Walcyr Carrasco está sendo "acusado" por Nilson Xavier, Maurício Stycer (ambos do UOL) e Patrícia Kogut (Globo.com) (eu leio todos eles, todos os dias) de se preocupar em agradar o público com facilidades. O Outro Lado do Paraíso com o julgamento de Duda/Beth (Glória Pires) e as reviravoltas da personagem fez a alegria dos telespectadores. Quem não se arrepiou com Glória Pires, Júlia Dalávia e Marcelo Novaes é porque não assistiu (assiste) a novela (poucos, então).

Audiência da novela esta semana (até quinta-feira):
Segunda: 41 pontos.
Terça: 43 pontos (recorde).
Quarta: 37 pontos.
Quinta: 41 pontos.

Que bom que Walcyr esteja preocupado em agradar o público, coisa que até agora estou tentando entender onde está o erro. Walcyr é pago para escrever novela. Cada capítulo custa uma fortuna. Quanto mais audiência, mais anunciantes. Quanto mais anunciantes, mais dinheiro. Quanto mais dinheiro, Globo mais feliz. A Globo é uma empresa. Portanto, que bom que Walcyr se preocupe em entreter seu público. Quem ganha com isso? O PÚBLICO!

Outra crítica é referente ao núcleo do Doutor Samuel. Eriberto Leão levou o prêmio de pior ator coadjuvante no final do ano passado neste blogue, que já está ficando arrependido. A família dele é uma zorra mesmo, e daí, está divertido. Louvores para Ana Lúcia Torre, Rafael Zulu e a estonteante e boa atriz (literalmente) (sic) Ellen Rocche.

Por fim, reclamam dos bordões. Qual o problema dos bordões? Em A Força do Querer (para citar um exemplo) havia "o pau te acha", "vou naada!", entre outros, e ninguém falou nada. "Marcel, que caiu do céu", entre tantos outros de O Outro Lado do Paraíso está incomodando. Haja paciência! 

A novela tem seus furos, todas têm, mas é um sucesso e tem muitas qualidades (caso contrário sua audiência não estaria tão boa). 

“Ai, meu Jesus Cristinho, já me descobriu eu aqui de novo! Será impossíverrr? Larga d'eu, sô!". Essa frase de Joselino Barbacena (da Escolinha) cai como uma luva para os perseguidores de O Outro Lado do Paraíso ou do Walcyr. "Larga deles, sô!" Glória Pires, aliás, é filha de Antônio Carlos, o impagável Joselino.

Fenômeno: falta um (1) ponto para O Outro Lado do Paraíso superar a média final de A Força do Querer (36 pontos) e faltam três meses de novela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário