BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quinta-feira, abril 19, 2018

Orgulho & Paixão, primeira crítica

1 mês no ar e Orgulho & Paixão já mostrou a que veio: leve, descontraída, romântica e bem humorada, ingredientes básicos que funcionam muito bem no horário das seis da Globo. O folhetim, com médias entre 20 e 25 pontos, tem agradado o público e (surpresa!) a crítica. O público, principalmente desse horário, adora um pastelão a la Walcyr Carrasco, visto todos os sucessos das seis do autor, o problema é a crítica, sempre cri-cri quando se trata de comédia pastelão (ou seria do Walcyr?). Orgulho é de autoria de Marcos Bernstein.
Baseada nas histórias de Jane Austen, Orgulho consegue a proeza de ir além, buscando subterfúgios folhetinescos, para durar muitos mais que algumas centenas de páginas. Linda fotografia, autor e direção ímpar (Fred Mayrink é um grande diretor e já foi ator, assim como Pedro Vasconcelos e Amora Mautner, quem tem mais de 30 anos, dá um Google neles e mate a saudade deles atuando em Vamp e/ou Despedida de Solteiro). Parabéns! Vamos ao elenco.

  1. Alessandra Negrini encarna mais uma malvada em seu currículo. Selma, Paula, Taís, Catarina, Susana. Todas vilãs, todas adoráveis, todas diferentes. Com Grace Gianoukas forma o melhor par da novela. Divertidíssimo.
  2. Gabriela Duarte, a camaleoa. Ela já foi delicada (Irmãos Coragem), odiada e amada em uma mesma novela (Por Amor), vilã (Esperança), heroína (Chiquinha Gonzaga e América), fez rir (Passione) e agora surge no auge do amadurecimento como atriz em Orgulho. 
  3. Nathália Dill, a nova Catarina. Seria Thiago Lacerda um Petrucchio afortunado? Ambos estão bem.
  4. Marcelo Faria ainda não consegui entender porque nunca fez um protagonista. Está ótimo, como sempre, tal e qual Ary Fontoura.
  5. Tato Gabus e Vera Holtz divertem e roubam todas as cenas.
  6. Agatha Moreira muito bem como Ema.
  7. Rodrigo Simas é outro que merece um protagonista. Baita ator.
  8. Enfim, há muitos bons nomes no elenco.
  9. Rusgas: ainda com um pé atrás com Ricardo Tozzi, mas pode ser só impressão.
Orgulho & Paixão merece mais audiência. Que siga no mesmo caminho e não se perca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário